Seguidores

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Paulo Nunes Junior




Absoluta


Seduz minha alma com teu olhar penetrante,
faz de mim homem-menino
Retira-me a razão,
Levando-me a este jogo sem fim de sedução...
Lança-te em meio aos meus lençóis
tomando-se o néctar de minha essência!
Entrego-me neste jogo maluco, chamado paixão...

Tua pele de seda com aroma selvagem
Mulher tigresa...
Desejando ser domada por mim, agora teu dono e senhor!

Nestes instantes de prazer absoluto jogo-me em teus braços
Confundo-me com o próprio tempo,
Faço dele pequeno diante de nosso fogo...
Penetrante nas entranhas mais profundas de nossas almas.

A ti entrego-me sem querer saber do amanhã,
Hoje, contigo, é a eternidade a cada minuto a teu lado
Sempre de horas intermináveis, múltiplos gozos...
Elevando-nos aos jardins do próprio Eros, a invejar-nos...

De minha tigresa faço senhora, rainha de minhas selvas...
Entrego-te meus segredos até então impenetráveis.
Agora faço de nosso amor essência mais pura,
Mais doce que mel, com gosto de pecado...
Quero-te por todos os meus dias a fazer-me teu escravo...
Teu senhor... Teu amor...!

Faço de ti meu universo, meu tempo, meu sol, minha lua,
Minha estrela absoluta!
Viajo entre o infinito, contigo enfrento a tudo.
Lanço-me teu defensor e senhor, rainha de meus castelos!
Vem, vamos viver intensamente nossa paixão!...
Entregando-se, um ao outro, da maneira mais louca,
Sem limites, sem barreiras...


Paulo Nunes Junior



TUDO É SILÊNCIO!...

A natureza chora o dia escureceu!...

É só tristeza, um amor morreu,

Não há vento nem vozes...



NEM TUDO!...

Nada se cala diante da força do
amor!
Oh!...Amor sentimento carregado
nos corações dos justos, dos guerreiros
dos profetas, dos grandes poetas, de todo
aquele, que mesmo pequeno, humilde, analfabeto,
carrega no peito...
Ah!...Amor nada te cala pois afinal quem te
criou foi simplesmente Deus!

Paulo Nunes Junior


29/01/2006



SERÁ MI FIN...
Paulo Nunes Junior

Tu amor se va y de forma cruel me deja…
Me transforma de un gran hombre en un pequeño niño,
Cuántas noches en vela, cuántas lágrimas derramadas por ti…
De a poco te he ido perdiendo y bajo el puente de la ingratitud nuestro amor y nuestro deseo se fueron, noches de placer anhelados, lindos pensamientos apagados…
Cuánta pasión, cuánto calor y siempre el hielo de tus palabras hacían que se adormeciera en mí el monstruo del placer…
Soñar con tu beso, con tu piel, con tu gemido, con aquella sensación de estar en las estrellas, y viajar contigo por el infinito, recorrer contigo los caminos del amor que quema y que deja las marcas de la nostalgia de todo lo tuyo siempre… Siempre inerte como si no percibieras todo lo que siento por ti. Hoy, mi mundo, que era un volcán de placer incontenible, se va por el sumidero del olvido. Volver a empezar sin ti quizás sea una tarea imposible, pues de ángel me transformaste en esclavo de las lágrimas y del recuerdo y, ahora, tu piel y tu olor no se hacen presentes en mi cuerpo y comienzan a retirarse de mi alma.
Amor bandido, que sentí por ti, me hizo sonreír y ver la gracia de todo esplendor del placer y ahora me lo devuelve todo con tu frialdad y me traiciona con otros cuerpos de mejor silueta que la mía, la que te había entregado, la del amor pleno. En lugar del cariño me diste el castigo de la indiferencia, las palabras que esperaba de ti, llenas de miel, llegaron con la hiel de los mismos verdugos de los antiguos tiempos, de símbolo de pureza y de encanto te volviste en verdugo de la oscuridad.
Ah… Ese dolor de mi pecho, ¿será que un día se calmará?
La marca de mi alma, ¿será que un día se apagará y me hará olvidar lo que vi en aquella mañana? que debería de haber sido de encanto…
Ah, amor cachondo que me espera bajo mis sábanas, tú te fuiste y ahora estoy aquí viejo y solo y ya nada más espero… Las palabras se van, el dolor viene y aún tengo que verte, que desearte, pero ya no puedo tocarte. Ah, qué dolor… ¡cómo has sido mi compañera y me volviste tu esclavo!
Ah, amor, ¿dónde estás?, ¿dónde están aquellas noches de placer, aquella sonrisa dulce, aquel beso mojado, aquellos momentos de puro éxtasis?¿Dónde estás y para dónde te han llevado amor? Amor…
Yo grito por ti y mi voz regresa hacia mí y, una vez más, solo, voy recurriendo mi camino… Solo e infeliz…
Hoy he muerto y ahora me sepulto por siempre para el amor carnal, pues sin tu piel, tu olor, tu calor, nada… Nada más busco…

Paulo Nunes Junior
25/12/2005


QUANDO VOCÊ VOLTAR PRA MIM


Quando você voltar pra mim,
traga estampado no rosto aquele sorriso.
Seu sorriso provoca o meu!

Quando você voltar pra mim,
venha com as mãos firmes.
Elas sempre me prendem a você com sutil delicadeza.

Quando você voltar pra mim,
chegue com aquele brilho no olhar.
Ele sempre reflete a sua alma quando encontra a minha!

Quando você voltar pra mim,
venha cheio de desejo.
Sensação que sempre transforma nós dois em união absoluta.

Quando você voltar pra mim,
venha repleto de amor.
Sentimento que nos une, nos embriaga e nos torna um único ser.

Quando você voltar,
se você voltar,
venha completo pois estou completa a sua espera.



Voltei....

Como pude ficar tanto tempo longe de ti,
de tua pele, de tua voz, de teu olhar.
Já não suportava
viver sem teu sabor,
sem teu calor,
contigo meu corpo
sente a força dos vulcões que se formam em nosso
momento de êxtase total...

Agora volto pra você
para não deixar-te
pois sem você
minha pele não respira
minha voz se cala,
meu coração não bate, minha alma não reluz...

Agora juntos enfim vamos saborear este sentimento entre as estrelas, astros, planetas,
o que sentimos afinal.
Tão forte quanto eles meu grande amor!...

Paulo Nunes Junior
08/04/2006
.
Amor transcendental!!!

Viajando pelo interior de minh'alma,
fechei os olhos, veio um anjo,
de mãos dadas percorremos
as dimensões das estrelas,
mares, matas, rios...
percorri em busca de ti
quando de repente
deparei-me entre um imenso arco-íris,
nele me joguei em busca de ti
lá entre as cores dos anjos
senti você em cada tom,
tua pele, pelos lábios, teu corpo,
tua alma...
Agora você é o arco-íris
presente em meu coração
sem tuas cores não mais posso viver!...

Paulo Nunes Junior
16/04/2006

CORAÇÃO DESESPERADO!...

Entre os jardins do passado busco-te,
colho as flores que me fazem sentir teu cheiro
e deito-me entre os bosques
sinto teu corpo no toque da terra quente.

Entre os pássaros, lembro-me a liberdade de nosso amor, neste canto, recordo-me de tua voz.
Ao olhar os céus sinto seus olhos abertos ao encontro dos meus.
E, ao ver o sol, chego a sentir o calor de nossa paixão.

Assim vou...
percorrendo esse mundo
que cobra-me a cada instante a tua distância,
tenho sede de teu corpo,
de teu carinho, de tua pele, de teus gestos.

Saudades que me faz ficar com o coração desesperado,
pensando em entregar-me à morte,
sem você nada consigo ser...
Em teus olhos fiz refúgio a minha alma,
em teu corpo o refúgio de meus instintos,
com sua saliva matava minha sede,
em nossos beijos a minha fome.

Agora, que tomas distância sinto-me fraco...
entregando-me neste turbilhão de pensamentos
e neles você toma conta mais ainda de meu ser,
Aonde estas, para onde foste?...O que fazer sem ti?
Ajoelhar-me perante Deus e rogar-lhe?
Vou rastejar-me perante todos,
vou gritar pelas praças,
vou percorrer nações,
quero você de volta!...

Por meus erros foste-me
Agora,sem ti, nem mesmo errar consigo,
nada mais quero ser...
Deito-me neste chão frio
entrego-me por inteiro às lembranças
que devolve a meu peito o doce amor que me fizeste sentir,
busco forças para lutar
trazer-te a este coração
que se transformou em desespero de amor
que te suplica volta meu amor volta...

Paulo Nunes Junior
25/05/2006




PRECISO DE TI MEU AMOR
Havia
Havia você......e eu,aguardando um banal sinal qualquer!
Havia um desencontro,eu e você...
cada um de um lado
Tentando dar o primeiro sorriso
e o primeiro passo!
Havia um tempo insano!
Havia uma distância ingrata!
Havia um descompasso desumano!
E por tanto "havia",
que colocamos entre nós
Deixamos de existir como um só,
de vivenciar um grande amor,
de nos atirar em nosso intenso desejo
de amar de forma tresloucada,
até que nossos suspiros formassem um único canto!
Havia vontade, paixão, atração!
Só esquecemosde sair da inércia,
levantar a mão, sorrir, dar o sinal!
Havia você......e eu!
Eu ainda existo e desejo......você! E você


ENTRE AS FLORES TE AMEI...

Caminho entre os jardins,
Deparo-me com as flores que me lembram você,
As margaridas com seu toque simples como você,
As rosas com seu perfume, a tulipa com sua elegância,
A orquídea com sua beleza rara...
Faço disto meu acalento.
Entre as flores deito-me e em sonhos
recordo-me de nossos instantes mágicos.

Entre as flores, na areia da praia,
em todos os cantos que exale o aroma do amor.
Teu corpo aveludado como os copos de leite,
Teus lábios macios como palmas,
Teus olhos cheios de brilho e encanto como os gira-sóis,
Ah quanta lembrança, quanto amor...
Quanto de nós entre as flores.

Que agora me trazem a recordação de nossos momentos,
Que se fazem perpétuos em minha alma,
Teu beijo, teu carinho sem pudor,
onde só nós dois, distantes do mundo,
amávamos loucamente.
Entregando-nos, um ao outro, neste turbilhão de emoções.

Agora, a tua procura ficam as flores e minha recordação de ti,
de teu rosto doce, das palavras e juras de amor que me dissestes,
(e hoje lança-me por vezes o desprezo).
Ai vem a lembrança que as rosas tem espinhos e estes machucam,
Mas, mesmo assim, continuo a te amar loucamente,
Pois, em teus aranhões feitos pelos espinhos, entrego o meu beijo.
E de ti, esperançoso, fico aguardando o mesmo.
Poderá talvez demorar muito, mas eu te espero meu amor!
Espero que voltes a ser para mim meu jardim do amor,
minha flor rara, meu perfume mágico,
enquanto isto, entre as flores sinto-te...

Paulo Nunes Junior
25/07/2006
SP- Brasil


Para sempre teu...

Em teus braços havia...
...eu e você
um só...
em nossas lembranças os desencontros
eu e você
uma só luz,
um só sorriso,
um só viver...
Caminhamos juntos nas estradas
nosso oásis de amor,
Como animais insanos
entregamo-nos ao prazer
ao rolar entre as flores
nossos corpos exalavam
aroma de amor.
Se, por algum instante o medo
e eu, deixarmos de viver este sentimento
entrego-me sem querer saber de nada...
serei teus lábios, teu corpo, tua pele,
e entre nossos suspiros gotejaremos...
na profundidade dos olhos
falaremos um ao outro
Te amo, te amo!...
em teu seio de mulher te domino,
és minha... absoluta
e nada mais de distância de ti...
Eu? Só existo com você!

®Paulo Nunes Junior
SP-Brasil
09/07/2006
O Vento Levou

Pedi ao vento que ele levasse para bem
longe toda a mágoa e ressentimento de
meu coração
Deixasse só as
sementes do amor, do perdão,
do entendimento e
ele me atendeu.
Agora vou pedir a ele que faça o
mesmo com a humanidade!

Paulo Nunes Junior
Bertioga
28/01/06
*************

O VENTO E O ANJO DAS ESTRELAS

Eu adoro o vento e uma vez conversando com ele
eu fiz um pedido singelo, particular, meu...
Pedi que me enviasse um anjo que me pudesse ajudar
ensinar, e que me fizesse entender que a vida vale a pena
mas tinha que ser alguém especial, único,
que estivesse ali sempre ao alcance da mão e do coração
Falei também que ao encontrar este anjo,
tudo se modificaria dentro de mim
pois ele estaria brilhando,
especificamente para guiar o meu caminho,
e me levar ao encontro a mim mesma
Sentindo isso, me senti pequena para o Céu alcançar, e não me achava merecedora e capaz, de um dia o encontrar.
Todos nós temos uma luz própria e ocupamos um lugar especial neste universo,
Mas o que eu queria era mais, era além
E com o coração feliz e repleto de esperanças,
eu olhei para o céu, e o vento soprou me respondendo:

_Você vai encontrar teu anjo,
e ele está bem próximo de ti,
levante os olhos e os abra e verás a intensidade do brilho dele.
Depois disso ouvir Ansiosa
esperei meu o anjo aparecer
Contemplei o céu, pois acreditei que naquele dia meu anjo iria avistar.
Saí então em busca dele
Por diversas noites, fiquei a janela esperando.
Firmando o pensamento, para que fosse aquele o momento em que o anjo de mim se aproximasse
E... como num passe de mágica um belo dia, quase já sem esperanças
Ele veio até mim e me disse...
vem! eu te ajudo a caminhar...
E eu fui...
A resposta tenho hoje...
Pois este anjo tem o brilho da estrela mais iluminada pelo sentimento mais lindo e puro que cultiva e traz dentro do seu coração, O AMOR.

O nome dele?
PAULO NUNES JUNIOR
NOME DE ANJO MESMO
TE AMO

Almas Apaixonadas


Basta olhar nos teus olhos para enxergar além dos horizontes,
basta tocar em teus cabelos para começar uma viagem,
basta sentir o teu perfume para os meus sentidos se perderem.
Ai de mim, alma apaixonada pelos teus encantos,
sinto-te tão perto e ao mesmo tempo tão distante,
talvez, seja apenas angústia de uma pessoa sonhadora,
que busca esse amor perfeito,
o casamento das almas,
o indissolúvel,
o que nem o tempo, assassino das paixões,
nem a própria morte,
a separadora dos corpos,
poderão destruir.
É assim que te amo,
além de todas as fronteiras,
é assim que te respeito,
te busco e me encanto.
De dia ou de noite,
meus pensamentos te buscam,
e eu me entrego ao prazer de sonhar contigo.
Ai de mim, alma apaixonada,
sofro pela tua distância,
pela tua ausência,
e mesmo em tua presença,
sofro pelos minutos contados,
pelo relógio que insiste em correr,
sem respeitar o nosso amor.
Dizer que te amo é clichê velho e sem graça,
eu preciso de ti para respirar,
caminhar, viver e até sonhar.

Mais que amor, o que eu sinto por ti é a estranha certeza de que de alguma maneira, fazemos parte um do outro, coisa que só as almas apaixonadas podem entender, por isso nosso amor não se explica, apenas se vive intensamente.

Paulo Nunes

Nenhum comentário:

Postar um comentário